PUBLICIDADE
Topo

Após casos de coronavírus, Goiás suspende aulas pelos próximos 15 dias

Pedestre usando máscara de proteção devido o Coronavírus em São Paulo  - Guilherme Gandolfi/Futura Press/Estadão Conteúdo
Pedestre usando máscara de proteção devido o Coronavírus em São Paulo Imagem: Guilherme Gandolfi/Futura Press/Estadão Conteúdo

Pedro Paulo Couto

Colaboração para o UOL, em Goiânia

15/03/2020 18h31

Por causa do coronavírus, o governo de Goiás anunciou hoje a suspensão das aulas pelos próximos 15 dias em todo o estado. Quatro casos já foram confirmados e outros 85 estão sob suspeita.

A nota técnica divulgada pela Secretaria Estadual da Saúde diz que a paralisação pode se dar "de preferência por meio da antecipação das férias escolares, em todos os níveis educacionais, públicos e privados, de modo a interromper as atividades por 15 dias preferencialmente a partir de 16/03/2020, com tolerância máxima até 18/03/2020, podendo tal paralisação ser prorrogável a depender da avaliação da autoridade sanitária".

Na manhã de hoje, o governador Ronaldo Caiado publicou em uma rede social que conversou com "todos os líderes religiosos" e que eles "se mostraram compreensíveis em suspender missas, cultos e eventos ligados às igrejas."

Segundo a assessoria da Arquidiocese de Goiânia, as missas continuam nesse domingo, mas novas orientações serão repassadas ao longo da semana. Demais eventos religiosos já foram cancelados. Igrejas evangélicas também paralisaram os cultos.

Na última sexta-feira, o governador anunciou estado de emergência em saúde pública e já publicou dois decretos cancelando todos os eventos por 15 dias, assim como as visitas em unidades prisionais. Ocorrerá também o escalonamento dos servidores públicos para evitar grandes aglomerações nos transportes.

Saúde