PUBLICIDADE
Topo

RJ dobra capacidade de análises de testes e confirma 248 óbitos em 24 h

14/05/2020 - Funcionários do Cemitério São Francisco Xavier, maior cemitério público do Rio de Janeiro, são vistos com trajes de proteção durante o sepultamento de corpos vítima de coronavírus - Vanessa Ataliba/Zimel Press/Estadão Conteúdo
14/05/2020 - Funcionários do Cemitério São Francisco Xavier, maior cemitério público do Rio de Janeiro, são vistos com trajes de proteção durante o sepultamento de corpos vítima de coronavírus Imagem: Vanessa Ataliba/Zimel Press/Estadão Conteúdo

Do UOL, em São Paulo

23/05/2020 18h10

O número de mortos pela covid-19, doença causada pelo novo coronavírus, no estado do Rio de Janeiro chegou a 3.905, sendo 248 óbitos nas últimas 24 h. Os casos confirmados subiram para 34.533. A Secretaria de Estado de Saúde informou hoje que ainda há 976 óbitos em investigação e que, entre os casos confirmados, 26.843 pacientes já se recuperaram da doença.

A capital fluminense lidera o ranking dos municípios com mais óbitos e contaminações. Ao todo, foram 2.702 mortes e 21.043 casos de doença. Em seguida, com o maior número de mortes, aparecem Duque de Caxias (180), Nova Iguaçu (133), São Gonçalo (90) e Niterói (89).

Levando em consideração os municípios com mais infectados, depois da cidade do Rio aparecem Niterói (1.983), Nova Iguaçu (1.202), Duque de Caxias (1.183) e São Gonçalo (871).

Em nota, a Secretaria de Estado de Saúde também informou que, nas últimas semanas, a capacidade de testagem do Laboratório Central Noel Nutels (Lacen) e laboratórios parceiros dobrou, passando de 900 para até 1.800 amostras analisadas por dia.

Enquanto isso, o governo do Rio de Janeiro anunciou na última quarta (20) um plano de reabertura gradual do estado. Chamado de "pacto social", o plano envolve medidas em três fases, com fatores que condicionam a flexibilização do isolamento social determinado por Wilson Witzel (PSC) em razão da pandemia do novo coronavírus.

Ontem, o prefeito do Rio, Marcelo Crivella (Republicanos), também anunciou que deseja retomar as atividades econômicas na cidade.

Coronavírus