PUBLICIDADE
Topo

Reino Unido pausa estudo sobre cloroquina que testaria remédio em médicos

A pesquisa recrutaria 40 mil profissionais de saúde e outros trabalhadores da linha de frente do combate ao coronavírus  - Getty Images / iStockphoto
A pesquisa recrutaria 40 mil profissionais de saúde e outros trabalhadores da linha de frente do combate ao coronavírus Imagem: Getty Images / iStockphoto

Do UOL, em São Paulo

27/05/2020 18h22

O Reino Unido decidiu pausar uma pesquisa clínica global para testar os efeitos da hidroxicloroquina.

O estudo, que era liderado pela Universidade de Oxford, testaria os resultados em profissionais de saúde de todo o mundo, e foi suspenso pelo governo britânico até que se investigue "mitigações de risco" no protocolo da pesquisa.

"A segurança de nossos participantes é a nossa primeira prioridade, assim como a prevenção de doenças nos profissionais de saúde da linha de frente", disse à CNN dos EUA, em nota, a Agência Reguladora de Medicamentos e Produtos para Saúde.

A pesquisa deveria recrutar até 40 mil profissionais de saúde e outros funcionários que trabalham na linha de frente do combate ao coronavírus na Europa, África, Ásia e América do Sul.

O estudo clínico foi interrompido no mesmo dia em que o governo francês proibiu médicos de prescrever hidroxicloroquina a pacientes com covid-19, dizendo que os dados científicos disponíveis no momento não fornecem evidências suficiente para apoiar o uso.

Coronavírus