PUBLICIDADE
Topo

Coronavírus

Rússia diz que registrará vacina da a covid-19 na semana que vem

Segundo a Rússia, os testes clínicos vêm tendo resultados positivos -
Segundo a Rússia, os testes clínicos vêm tendo resultados positivos

Do UOL, em São Paulo

07/08/2020 08h28

A Rússia anunciou hoje que vai registrar oficialmente sua primeira vacina contra a covid-19 na próxima quarta-feira (12). Caso isso se concretize, o país será o primeiro no mundo a avançar até este estágio no combate contra o novo coronavírus.

"No momento, o terceiro e último estágio está em processo. Os testes são extremamente importantes. Temos de entender que a vacina precisa ser segura. Profissionais médicos e cidadãos idosos serão os primeiros vacinados", disse o ministro da Saúde Oleg Gridnev, de acordo com o Sputink News, durante a abertura de um centro médico na cidade de Ufa.

Recentemente, a Rússia anunciou que espera que esta vacina esteja pronta para começar a ser distribuída e aplicada em outubro.

De acordo com o ministro, a efetividade da vacina será, de fato, comprovada com a sua aplicação na população, em maior quantidade, e o sucesso na imunização destas pessoas.

A vacina é desenvolvida pelo Ministério da Defesa russo e o Gamaleya Research Institute. Ela está na terceira fase de testes clínicos em duas instituições: o Burdenko Main Military Clinical Hospital e o Sechenov First Moscow State Medical University.

Vacina com dois componentes

A vacina russa é aplicada em dois componentes injetáveis que, juntos, espera-se serem eficientes contra o coronavírus.

Os testes clínicos em humanos começaram no dia 18 de junho, com 38 voluntários. O primeiro grupo foi liberado em 15 de julho e o segundo, em 20 de julho.

Coronavírus