PUBLICIDADE
Topo

Saúde

Pazuello volta a cancelar agendas após mal-estar; assessoria nega covid-19

Apenas reunião do Fórum dos Governadores foi mantida na agenda de Eduardo Pazzuello, que se ausentou de evento ontem - José Lucena/Futura Press/Estadão Conteúdo
Apenas reunião do Fórum dos Governadores foi mantida na agenda de Eduardo Pazzuello, que se ausentou de evento ontem Imagem: José Lucena/Futura Press/Estadão Conteúdo

Henrique Sales Barros

Do UOL, em São Paulo

20/10/2020 12h43

O ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, cancelou quatro das cinco agendas que teria hoje após acordar com mal-estar. Ontem, o general do Exército se ausentou de um evento de divulgação de um estudo clínico de um medicamento contra o novo coronavírus pelo mesmo motivo.

Segundo a assessoria do Ministério da Saúde, Pazuello está "indisposto" e em repouso em casa. O UOL questionou se o ministro está com suspeita de estar infectado com o novo coronavírus, mas a pasta negou.

Hoje, Pazuello teria reuniões com os deputados federais Laercio Oliveira (PP-SE), Dr. Zacharias Calil (DEM-GO) e Filipe Barros (PSL-PR) na parte da manhã, mas todas foram canceladas.

Na parte da tarde, o encontro com o governador de Goiás, Ronaldo Caiado (DEM), também foi cancelado, enquanto a reunião do Fórum dos Governadores, que será realizada virtualmente, às 15h (horário de Brasília), foi mantida.

Nitazoxanida

No evento de ontem, sem Pazuello, o ministro da Ciência e Tecnologia, Marcos Pontes, anunciou que o medicamento nitazoxanida reduziu a carga viral de pacientes com o novo coronavírus em estudos clínicos.

Na ocasião, entretanto, não foram mostrados dados que comprovassem os resultados positivos do medicamento e, em uma apresentação, havia até mesmo uma imagem de um gráfico retirado da internet.

Em respostas às críticas em relação ao uso do gráfico, que foi veiculado junto à frase "nitazoxanida é eficaz", Marcos Pontes disse que a imagem era "obviamente" ilustrativa.

Saúde