PUBLICIDADE
Topo

Saúde

Conteúdo publicado há
6 meses

Governador de Rondônia, Marcos Rocha, é internado em UTI com covid-19

Governador de Rondônia Marcos Rocha (foto) foi internado junto com a primeira-dama após complicações geradas pela covid-19 - Reprodução
Governador de Rondônia Marcos Rocha (foto) foi internado junto com a primeira-dama após complicações geradas pela covid-19 Imagem: Reprodução

Do UOL, em São Paulo

18/12/2020 11h50Atualizada em 18/12/2020 15h11

O governador de Rondônia, Marcos Rocha (sem partido), e a primeira-dama, Luana Rocha, foram internados hoje em uma UTI (Unidade de Terapia Intensiva) de Porto Velho após complicações decorrentes da covid-19. O secretário estadual de Saúde, Fernando Máximo, confirmou as informações ao UOL.

"O quadro do governador está estável. Ele tem mais comprometimento pulmonar do que a primeira-dama. Ele com 40% e ela com 30%, mas não estão intubados. Os dois foram medicados com antibióticos e anticoagulantes", esclareceu o secretário. Máximo foi ao hospital às 2h de hoje para acompanhar o caso.

Marcos Rocha e a esposa fizeram uma bateria de exames ao dar entrada na UTI na noite de ontem. De acordo com o secretário Fernando Máximo, os resultados não mostram agravamento do caso. "Isso nos deixa animados".

"Agora, a gente tem que ficar cauteloso, mantendo o cuidado intensivo para que nenhum detalhe passe batido. Mas, a priori, eles estão estáveis. A primeira-dama tem exames um pouco melhores. A tomografia apontou para 30% de comprometimento pulmonar, uma reação inflamatória menos intensa que ele", esclareceu.

Anúncio nas redes

Em 8 de dezembro, o chefe do Executivo estadual informou durante uma live nas redes sociais que havia sido infectado pelo novo coronavírus. Após três dias, informou que a esposa e os filhos também teriam recebido o mesmo diagnóstico.

"A covid-19 pega de novo. Minha esposa e meus filhos haviam se contaminado lá atrás, mas eu não. Eu fiquei com eles o tempo inteiro e não peguei covid [há cinco meses], e agora eu fui contaminado e eles também, de novo", disse Marcos Rocha durante a transmissão ao vivo.

Saúde