PUBLICIDADE
Topo

Saúde

Conteúdo publicado há
1 mês

Um dia após caos, SP tem vacinação tranquila de idosos: 'hoje é o paraíso'

Wilson Feldberg recebe vacina contra o novo coronavírus no drive thru do Estádio do Pacaembu - Arthur Stabile/UOL
Wilson Feldberg recebe vacina contra o novo coronavírus no drive thru do Estádio do Pacaembu Imagem: Arthur Stabile/UOL

Arthur Stabile

Colaboração para o UOL, em São Paulo

28/02/2021 13h13Atualizada em 28/02/2021 13h23

Filas de cinco a dez minutos e tranquilidade resumem a vacinação de idosos entre 80 e 84 anos contra a covid-19 em dois do seis postos de drive-thru em São Paulo neste domingo. Contraste com a espera de três horas no primeiro dia de vacinação para esta faixa etária, ontem.

A vacinação nos drive-thrus do Pacaembu, Anhembi, Autódromo de Interlagos, Igreja Boas Novas e Hebraica vai, hoje, até as 19h. Já o da Arena Corinthians, até as 17h. Esses postos também funcionam durante a semana (veja o serviço completo ao final do texto).

"Hoje é o paraíso para quem estava ontem", resumiu um funcionário que realizava cadastramento. Desde as 8h deste domingo, os trabalhadores da saúde se dividiam em 12 postos para imunizar o grupo de risco. Mesma quantidade de ontem.

Tamanha facilidade surpreendeu quem decidiu tirar o domingo para dar o primeiro passo rumo à imunização contra a pandemia do novo coronavírus, responsável por mais de 250 mil mortes só no Brasil.

Um deles é o motorista Antônio Navarro, aposentado de 80 anos. Ele fez questão de tirar seu Fusca bege da garagem de casa, na Freguesia do Ó, para ir até o Pacaembu se vacinar.

Seu Antônio foi dirigindo seu Fusca receber a vacina contra a pandemia - Arthur Stabile/UOL - Arthur Stabile/UOL
Aposentado, motorista Antônio Navarro se vacina no Estádio do Pacaembu
Imagem: Arthur Stabile/UOL

Isolado desde o início, ele não pensa duas vezes quando perguntado se acredita na vacina: "E como acredito! É a salvação da pátria", responde, antes de embicar seu Fusca na entrada do estádio e ser vacinado.

Fernando Médici, empresário de 80, fez o mesmo. Pegou sua SUV da Audi sozinho e dirigiu até o Pacaembu. "Nenhum familiar nem conhecido pegou a doença", comemorou.

Vacinação em casal

Nem todos os vacinados foram sozinhos. Alguns estavam com seus companheiros. É como o casal Décio e Carmen Ortiz, ambos de 84 anos, decidiu receber a vacina.

Um tanto cético, ele tem dúvidas sobre a efetividade da vacina. Ela, ao contrário, vê como fundamental para sair da situação em que estamos.

"Ela estava ansiosa, eu, não. Passou um ano, mais um ou três dias não faz diferença", explica o senhor, morador de Cerqueira César, bairro no centro da capital paulista. "Agora estou seguro, mas antes também. Estávamos isolados", completa.

Wilson Feldberg, de 83 anos, chegou num dos seis postos na Praça Charles Miller para receber a dose inicial da vacina Astrazeneca. Levou ao seu lado a companheira, Aide Abysayan, de 78.

Juntos, Décio e Aide, 84 anos, receberam suas doses iniciais da vacina AstraZeneca - Arthur Stabile/UOL - Arthur Stabile/UOL
Décio e Carmen se vacinaram juntos neste domingo
Imagem: Arthur Stabile/UOL

"Eu recebo hoje, ela só a partir de quarta-feira", afirma, sobre os prazos de vacinação por faixa etária no estado. Ambos querem logo a imunização para voltar a abraçar os familiares.

No auge da pandemia, eles ligavam aos filhos. "Moramos em Perdizes e eles em Moema. Quando apertava a saudade, eles vinham de carro e ficavam na garagem, abanavam a mão", relembra Aide.

"O importante é fazer o Brasil funcionar. Alguns setores pararam, como o turismo. Tem que voltar senão vai falir", afirma Wilson A primeira coisa que o casal quer fazer é, justamente, viajar. "Eu tenho vontade de conhecer o Líbano", ela diz, referindo-se ao país de origem de sua família.

"Confiança total na vacina"

No Club Hebraica, em Pinheiros, zona oeste de São Paulo, havia filas rápidas. Idosos e familiares esperavam entre 5 e 10 minutos para entrar no estacionamento do local e ir embora com os familiares vacinados.

Lá também era aplicada a vacina Astrazeneca, com retorno para segunda dose em 90 dias - a CoronaVac, do Instituto Butantan, tem aplicação em 15 dias.

Idosos ficaram de 5 a 10 min em filas no Clube Hebraica, drive-thru na zona oeste, antes da vacinação - Arthur Stabile/UOL - Arthur Stabile/UOL
Vacinação contra a covid-19 no Club Hebraica, posto drive-thru em SP
Imagem: Arthur Stabile/UOL

O jornalista Arnaldo Sedrani, de 83 anos, recebeu a imunização. "Ele trabalhou na ditadura [militar, isso aqui é fichinha", diz a filha, que o levou ao posto da Prefeitura de São Paulo.

Iliana Pappas, 53, é outra filha a levar o pai, Stavros, para vacinar. "Ficamos trancados em casa, saindo só para médico", resume sua pandemia. "Ninguém da família pegou. É confiança total na vacina", afirma.

Questionada sobre a condução do país na pandemia, a crítica é direcionada ao presidente Jair Bolsonaro (sem partido). "Decepcionante. Principalmente o presidente, pelo negacionismo. Fora os ministros da Saúde, mas tudo faz parte da conduta da presidência", diz.

Vacinação em SP:

468 Unidades Básicas de Saúde (UBSs)
Horário: De segunda a sexta, das 7h às 19h
Os endereços das unidades podem ser acessados pela ferramenta Busca Saúde: http://buscasaude.prefeitura.sp.gov.br/.

UBSss com sistema drive-thru
Horário: 8h às 17h
Veja aqui a lista com os endereços dos postos drive-thru nas UBSs da capital: https://www.prefeitura.sp.gov.br/cidade/secretarias/saude/vigilancia_em_saude/index.php?p=308495.

AMAS/UBSs Integradas
Horário: 7h às 19h, inclusive aos sábados
Veja aqui a lista com os endereços das unidades: https://www.prefeitura.sp.gov.br/cidade/secretarias/upload/saude/lista_ama_integrada_covid.pdf.

Drive-thrus
Horário: De segunda a sexta-feira, das 8h às 17h:
1. Praça Charles Miller - Estádio do Pacaembu (Zona Oeste)
2. Arena Corinthians (Zona Leste) neste domingo (28) das 8h às 17h
3. Autódromo de Interlagos - Rua Jacinto Júlio, altura do nº 589 - Portão 9, entrada KRF (Zona Sul)
4. Centro de Exposições do Anhembi - Rua Olavo Fontoura - Portão 38 (Zona Norte)
5. Igreja Boas Novas, na Vila Prudente - Rua Marechal Malet, 535 - Parque da Vila Prudente (Zona Leste)
6. Club Hebraica: esquina da da rua Angelina Maffei Vita com rua Ibiapinopolis - neste domingo 28/02 a partir das 10h

Centros-escolas
Horário: De segunda a sexta, das 8h às 17h
1. Centro-Escola Barra Funda - Av. Dr. Abrahão Ribeiro, 283, Bom Retiro
2. Centro-Escola Geraldo de Paula Souza - Av. Dr. Arnaldo, 925, Sumaré
3. Centro-Escola Samuel Barnsley Pessoa - Av. Vital Brasil, 1.490, Butantã.

Saúde