PUBLICIDADE
Topo

Saúde

Conteúdo publicado há
15 dias

Inspeção da Anvisa nas fábricas da Sputnik V atrasará quatro dias

Sputnik V, vacina russa contra o novo coronavírus (covid-19) aprovada pelas autoridades da Rússia - The Russian Direct Investment Fund (RDIF)/Handout via REUTERS
Sputnik V, vacina russa contra o novo coronavírus (covid-19) aprovada pelas autoridades da Rússia Imagem: The Russian Direct Investment Fund (RDIF)/Handout via REUTERS

Colaboração para o UOL

12/04/2021 16h10

A inspeção nas fábricas da vacina Sputnik V, na Rússia, pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) vai atrasar quatro dias. A pedido do Fundo Soberano Russo a visita teve que ser adiada.

Segundo comunicado oficial, a inspeção, que deveria ocorrer entre os dias 15 a 21 de abril, será realizada de 19 a 23 do mesmo mês, no mesmo período da visita na empresa UfaVita.

Com a mudança, as duas equipes de especialistas da Anvisa sairão do Brasil juntas e as inspeções ocorrerão concomitantemente. A nova data da viagem, no entanto, ainda será confirmada após a emissão das passagens.

De acordo com o comunicado da Anvisa, a missão tem como objetivo levantar dados a respeito da produção da vacina "para a avaliação do uso emergencial como para o processo de importação excepcional para o Brasil". Decisão aconteceu após pressão de governadores para a importação de milhões de doses do imunizante russo.

Saúde