PUBLICIDADE
Topo

Saúde

Conteúdo publicado há
1 mês

'Não é hora de banalizar' diz secretário de Saúde de SP após 3 mi casos

Jean Gorinchteyn, secretário da Saúde de SP - Sergio Andrade/Governo do Estado de São Paulo
Jean Gorinchteyn, secretário da Saúde de SP Imagem: Sergio Andrade/Governo do Estado de São Paulo

Do UOL, em São Paulo

09/05/2021 19h43

Após o estado de São Paulo ultrapassar a marca de 3 milhões de casos confirmados de covid-19, o secretário de Saúde do estado, Jean Gorinchteyn, disse que esta "não é a hora de banalizar" a doença.

Em entrevista à Globonews, o secretário comemorou a redução dos índices de internações, casos e mortes por coronavírus no estado, mas fez um alerta à população. "Não é hora de banalizar. Estamos evoluindo com as fases de vacinação, isso já está se mostrando com impactado na internação das faixas etárias que já receberam as vacinas, mas ainda não é hora de nós banalizarmos."

Nós temos um pacto com a sociedade, o pacto condiciona os horários e a ocupação desses locais, agora nessa fase estendida, em 30%. Assim como, a manutenção de todas as medidas sanitárias."

O secretário lamentou a ocorrência de eventos como festas clandestinas e bares com aglomerações. "Entendemos que por vezes isso não é seguido, por isso que nós temos uma força-tarefa, que é um comitê formado tanto pela policia civil, pela militar, pelo Procon, pelas guardas civis municipais e também pelas vigilância sanitárias tanto dos municípios quanto do estado."

Nós estamos fazendo as orientações, nós estamos fazendo as autuações e as blitz, mas é preciso que a população entenda, que a despeito desses números melhorarem, eles merecem atenção.

Hoje o estado informou que a força-tarefa de fiscalização encerrou uma festa clandestina com 600 pessoas em Osasco, na região da Grande São Paulo. Dessas, pelo menos 400 pessoas estavam sem máscaras.

3 milhões de infectados

Um dia após ultrapassar a marca de 100 mil mortos pela covid-19, o estado de São Paulo passou hoje de 3 milhões de infectados pela doença. Os dados são da Secretaria estadual de Saúde.

Ao todo, são 3.003.067 de pessoas que já tiveram resultado positivo para a covid-19 desde o início da pandemia. Desses, 5.785 foram registrados somente nas últimas 24 horas.

Já os óbitos totalizaram hoje 100.799. Desses, 150 foram registradas nas últimas 24 horas. Aos fins de semana, o número tende a ser menor devido à redução nas equipes de trabalho da secretaria.

Saúde