PUBLICIDADE
Topo

Saúde

Conteúdo publicado há
1 mês

Covid: Rio confirma caso de variante mu, mas descarta transmissão local

Variante Mu foi detectada pela primeira vez na Colômbia - Pixabay
Variante Mu foi detectada pela primeira vez na Colômbia Imagem: Pixabay

Lola Ferreira

Do UOL*, no Rio

17/09/2021 16h53

O secretário municipal de Saúde do Rio de Janeiro, Daniel Soranz, afirmou que a cidade encontrou "há um tempo atrás" um caso da variante mu da covid-19, sem especificar a data em que foi detectada. De acordo com Soranz, o paciente voltou de viagem do México e não se trata de transmissão local.

"Ela existiu, foi diagnosticada, mas a gente não tem característica de transmissão local. A gente sabe que a variante delta domina o mapa de variante em relação a essa", disse.

O secretário ainda reiterou que a variante não circula no Rio de Janeiro.

Após tecer fortes críticas ao presidente Jair Bolsonaro (sem partido), o prefeito da cidade, Eduardo Paes (PSD), brincou: "A mu é do gado, não vai prevalecer aqui, não".

Nas redes sociais, opositores do Bolsonaro costumam chamar de "gado" os seguidores do presidente da República, em alusão ao apoio incondicional que dedicam ao político.

A OMS (Organização Mundial da Saúde) classificou a mu como uma "variante de muito interesse", enquanto a EMA (Agência Europeia de Medicamentos) disse que a mutação é "potencialmente preocupante", apesar de não ter tantos casos registrados quanto a delta.

Marco Cavaleri, chefe de estratégia de vacinas do regulador europeu, disse que o mais preocupante é a possibilidade da mu ser resistente aos imunizantes. "Mas não temos dados que mostrem que a variante mu se espalha tão amplamente ou que tem o potencial de ultrapassar a variante delta como a cepa dominante", afirmou.

*Com AFP

Saúde