PUBLICIDADE
Topo

Saúde

Covid: 130,4 milhões de brasileiros completam vacinação, 61,1% da população

Brasil superou a marca de 130 milhões de pessoas com vacinação completa contra a covid-19 - Evandro Leal/Agencia Enquadrar/Agencia O Globo
Brasil superou a marca de 130 milhões de pessoas com vacinação completa contra a covid-19 Imagem: Evandro Leal/Agencia Enquadrar/Agencia O Globo

Colaboração para o UOL, em São Paulo

23/11/2021 20h02

Mais de 130,4 milhões de brasileiros completaram o ciclo vacinal contra a covid-19, como mostra o boletim divulgado hoje pelo consórcio de veículos de imprensa do qual o UOL faz parte. Até o momento, 130.437.478 pessoas foram vacinadas com a segunda dose ou a dose única de imunizante contra a doença, o correspondente a 61,15% da população nacional. Os números foram obtidos junto às secretarias estaduais de saúde.

Nas últimas 24 horas, 737.180 habitantes tomaram a segunda dose. Houve também 152.546 brasileiros que tomaram a primeira e 383.967 a de reforço neste período. Ao todo, houve a aplicação de 1.270.648 doses de vacina contra a doença entre ontem e hoje em todo o país.

Devido a uma recontagem nos dados de vacinação no Ceará e em Minas Gerais, o total de doses únicas aplicadas nas últimas 24 horas pelo Brasil ficou negativo: -3.045

Desde meados de janeiro, quando começou a campanha de vacinação contra a covid-19 no Brasil, 158.201.793 pessoas receberam a primeira dose, o que representa 74,16% da população do país. Até o momento, já foram aplicadas 14.699.897 doses de reforço.

Entre as unidades da federação, o estado de São Paulo apresenta a maior parcela da população com ciclo vacinal completo: 73,82% de seus habitantes. Na sequência, estão Mato Grosso do Sul (69,53%), Rio Grande do Sul (66,8%), Santa Catarina (66%) e Paraná (65%).

Quanto à aplicação da primeira dose, os paulistas também ocupam a primeira posição: 81,29% da população local. Santa Catarina (77,8%), Rio Grande do Sul (77,03%), Paraná (76,83%) e Minas Gerais (76,15%) vêm a seguir.

Saúde infla previsão de vacinas para dezembro em 25 milhões

O Ministério da Saúde inflou a previsão de recebimento de vacinas contra a covid-19 para dezembro em pelo menos 25 milhões de doses. O envio programado pelo consórcio internacional Covax Facility é de pouco mais de 10% do total levado em consideração pelo governo.

Na planilha do governo federal com as vacinas que devem chegar no mês que vem, constam 28,6 milhões de doses do consórcio gerenciado pela Opas (Organização Pan-Americana da Saúde). Mas, segundo a organização, apenas 3 milhões de unidades estão previstas até o momento. O UOL procurou o Ministério da Saúde para entender a diferença, mas não teve resposta até a publicação desta reportagem.

O total de 28,6 milhões de doses —que consta na planilha— representaria a maior entrega mensal da Covax ao Brasil e deixaria dezembro como o mês com recorde de distribuição de doses

Veículos se unem pela informação

Em resposta à decisão do governo Jair Bolsonaro de restringir o acesso a dados sobre a pandemia de covid-19, os veículos de comunicação UOL, O Estado de S. Paulo, Folha de S.Paulo, O Globo, g1 e Extra formaram um consórcio para trabalhar de forma colaborativa para buscar as informações necessárias diretamente nas secretarias estaduais de Saúde das 27 unidades da Federação.

O governo federal, por meio do Ministério da Saúde, deveria ser a fonte natural desses números, mas atitudes de autoridades e do próprio presidente durante a pandemia colocam em dúvida a disponibilidade dos dados e sua precisão.

Saúde