Topo

Britânico suspeito de ter ebola morre na Macedônia

Ognen Teofilovski/Reuters
Policiais guardam a entrada de um hotel que está sob quarentena em Skopje, na Macedônia. Um dos hóspedes do estabelecimento era o britânico que morreu com sintomas de ebola Imagem: Ognen Teofilovski/Reuters

Kole Casule

Em Skopje

2014-10-09T14:50:21

09/10/2014 14h50

Um britânico suspeito de ter contraído o vírus ebola morreu na Macedônia, afirmou uma autoridade de alto-escalão do governo da Macedônia nesta quinta-feira (9).

Um segundo britânico demonstrou sintomas de contaminação pelo vírus, disse a autoridade, que falou sob a condição de anonimato, à Reuters.

O britânico teria chegado à capital Skopje vindo do Reino Unido no dia 2 de outubro. Ele foi levado às pressas para o hospital às 15h (hora local), onde morreu horas depois.
 
Segundo Jovanka Kostovska, da Comissão para Doenças Infectocontagiosas do Ministério da Saúde, o homem que não foi identificado ainda tinha sintomas de febre, vômito e sangramento interno -- e sua condição física deteriorou-se rapidamente.
 

Saiba mais sobre ebola

  • O que é o ebola?

    A doença é causada pelo vírus ebola e, no surto atual, já matou quase a metade dos pacientes diagnosticados com a doença. Tem sintomas como febre, vômito, diarreia e hemorragia.

  • Como se contrai o vírus?

    O ebola é transmitido pelo contato direto com sangue e fluídos corporais (suor, urina, fezes e sêmen) de pessoas contaminadas e de tecidos de animais infectados.

  • Quais países têm mais casos de ebola?

    Guiné, Libéria e Serra Leoa vivem surtos de ebola. Na Nigéria houve casos da doença, mas o vírus deixou de ser ameaça no país. EUA e alguns países europeus resgataram compatriotas infectados para tratamento.

  • Quem tem mais risco de contrair a doença?

    Parentes dos pacientes e os profissionais de saúde que tratam os pacientes com ebola são os indivíduos em maior situação de risco. Mas, qualquer pessoa que se aproxime de infectados ou de seus corpos sem vida se coloca em risco.

  • O ebola tem cura?

    Não há remédio que cure o ebola propriamente. Existem apenas medicamentos e vacinas experimentais sendo testadas no Canadá, nos Estados Unidos e na África, que surtiram o efeito desejado, isto é, zeraram a carga viral dos infectados. Quem sobreviveu ao tratamento continuará sendo monitorado por um tempo.

"Estes são todos sintomas de ebola, o que levantou nossas suspeitas em relação ao paciente", afirmou Kostovska a jornalistas. Ela acrescentou que amostras de sangue e fluídos foram enviados para testes na Alemanha a fim de confirmar a causa da morte.

Um representante do Ministério da Saúde da Macedônia informou que os ocupantes do hotel em Skopje, no qual o britânico estava hospedado, foram colocados em quarentena dentro do estabelecimento, após sua morte.

O governo do Reino Unido havia anunciado mais cedo que "aumentará os controles" em aeroportos e no terminal do trem do canal da Mancha para detectar possíveis casos de ebola em passageiros procedentes de Libéria, Serra Leoa e Guiné.

A OMS (Organização Mundial da Saúde) reiterou nesta quinta-feira que não recomenda nenhuma restrição de viagem aos países com casos de ebola, exceto quando se trate de pessoas que foram confirmadas ou são suspeitas de estarem infectadas com o vírus.
 
A OMS também desaconselha as viagens de pessoas que tiveram contato com doentes de ebola.
 
"Os casos [de ebola] estão crescendo exponencialmente", afirmou o secretário-geral das Nações Unidas, Ban Ki-moon nesta quinta-feira. "Nós precisamos de uma resposta vinte vezes maior", disse.
 

Mais Ciência e Saúde