Polícia grega desmantela duas redes de atravessadores

Atenas, 27 Mai 2016 (AFP) - A polícia grega anunciou nesta sexta-feira que desmantelou, com o apoio da Europol, duas redes de atravessadores que, a partir de Atenas, realizavam o transporte de imigrantes na UE, enquanto que 65 refugiados e imigrantes provenientes da Turquia foram interceptados perto de Creta.

Após uma investigação de vários meses no âmbito do programa europeu Empact de luta contra o crime organizado internacional, 16 cidadãos estrangeiros residentes em Atenas foram detidos na quarta-feira, incluindo os líderes da quadrilha, um bengalês e um sírio.

A polícia portuária também informou a interceptação durante a madrugada, ao largo da costa sudeste da ilha de Creta, de uma embarcação conduzida por dois supostos atravessadores, um ucraniano e um egípcio, que transportava 65 sírios, afegãos e paquistaneses, acolhidos temporariamente no porto cretense de Sitia.

Dezessete crianças, a mais nova com nove meses de vida, e duas mulheres grávidas estavam entre os passageiros, que afirmaram ter partido da costa turca.

Em Atenas, uma investigação foi aberta contra os suspeitos detidos - oito bengaleses, seis sudaneses, um paquistanês e um sírio - por pertencerem a uma organização criminosa, tráfico de imigrantes, falsificação e uso de documentos falsos.

Quarenta e oito outras pessoas residentes na Grécia, todas estrangeiras, e 51 supostos cúmplices residentes em vários outros países são procurados.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos