Francisco celebra o 65º aniversário da ordenação de Bento XVI

Cidade do Vaticano, 28 Jun 2016 (AFP) - O papa Francisco celebrou nesta terça-feira o 65º aniversário da ordenação de seu antecessor, o papa emérito Bento XVI, um gesto de unidade entre os dois pontífices.

A incomum celebração na Sala Clementina do palácio pontifício foi assistida por boa parte a hierarquia da Santa Sé, entre eles inúmeros cardeais e monsenhores da Cúria Romana.

O papa emérito, de 89 anos e que renunciou ao cargo em 2013, um fato inédito em sete séculos, parecia bem de saúde e assistiu sentado e vestido de branco a cerimônia presidida pelo pontífice argentino.

"Não foi colocado de lado. Ao contrário, e disse isso com ênfase seu sucessor, que escolheu chamar-se Francisco", afirmou o atual Papa, garantindo que Bento XVI continua servindo à Igreja.

"Vossa santidade não deixa de contribuir de verdade com vigor e sabedoria ao crescimento da Igreja", afirmou Francisco.

Bento XVI foi ordenado junto com seu irmão mais velho, Georg, em 1951, e atuou como sumo pontífice de 2005 a 2013.

Improvisando, Francisco agradeceu a ele pelo saudável e sábio senso de humor que possui.

Durante a cerimônia, os dois pontífices se abraçaram em um gesto de respeito e lealdade recíprocos.

Bento XVI, sem um texto preparado, de pé e com a voz clara e segura, agradeceu ao papa Francisco pela celebração, depois de mencionar vários teólogos e citar textos gregos com grande lucidez.

Francisco enfatizou no domingo passado aos jornalistas no voo de volta de sua visita à Armênia que Bento XVI não quis conservar seu poder dentro da Cúria Romana depois de se retirar para um mosteiro dentro do Vaticano, após sua renúncia.

Francisco aproveitou para esclarecer ante a imprensa que só existe um Papa e que Bento XVI não é "o segundo papa".

"Depois de sua renúncia, prometeu obediência e assim tem sido", esclareceu.

Francisco também contou uma piada no avião sobre "alguns (padres) que foram se queixar com ele (Bento XVI) do novo papa. Com sua boa educação alemã, ele os botou para correr (...) É um homem de palavras, sério, muito reto", comentou.

O papa argentino, mais jovem 11 anos, considera o papa alemão como "um avó sábio", "um homem de coragem, muito inteligente", e que "protege meus ombros e minhas costas com sua oração", assegurou.

Em meados de julho, Francisco já havia prestado uma homenagem pública a "um homem que personifica a santidade, um homem de paz, um homem de Deus", no prefácio do liro com as homilias do papa emérito.

A ultima vez que Bento XVI apareceu em público foi durante a abertura da Porta Santa da Basílica de São Pedro, em 8 de dezembro passado, por ocasião da inauguração do Jubileu da Misericórdia.

Desde então, diziam que estava muito doente e com problemas para caminhar.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos