Parlamento iraquiano destitui ministro da Defesa

Bagdá, 25 Ago 2016 (AFP) - O ministro da Defesa iraquiano, Khaled al Obeidi, sob suspeitas de corrupção, foi destituído nesta quinta-feira pelo Parlamento, informaram deputados.

Mediante uma votação secreta, um total de 142 deputados votaram a favor de retirar a confiança e 102 contra, enquanto 18 se abstiveram, indicaram dois deputados à AFP.

Esta moção de censura deixa fora de jogo um dos aliados sunitas chave do governo do primeiro-ministro Haider al Abadi, em plena ofensiva do regime para reconquistar Mossul, último reduto importante do grupo extremista Estado Islâmico (EI) no país.

No início de agosto, Al Obeidi foi interrogado pelo Parlamento sobre estas suspeitas de corrupção. Ele, por sua vez, acusou o presidente do mesmo, Salim al Juburi, um dos sunitas mais influentes do Iraque, e também vários deputados de corrupção.

Após uma rápida investigação, a justiça arquivou o caso contra o presidente do Parlamento, mas esta disputa entre Al Obeidi e Al Jaburi deixou em evidência as divisões no campo sunita iraquiano.

Esta crise ocorre num momento em que as forças governamentais lutam contra o EI, responsável por muitos atentados mortíferos no país.

str-ak/jmm/feb/jri/age/jz/ma

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos