Entrada da casa não foi forçada, diz polícia sobre família esquartejada na Espanha

Em Madri

O casal e dois filhos encontrados esquartejados no domingo (18) em uma casa a 60 km de Madri eram brasileiros, disseram nesta segunda-feira (19) as autoridades. Eles trabalham com a hipótese de um ajuste de contas.

As duas crianças tinham 4 e 1 ano de idade, segundo a Guarda Civil.

Os agentes não encontraram sinais de que os assassinos tenham forçado a entrada da casa da família no povoado de Pioz, província de Guadalajara.

Os investigadores calculam que os corpos se encontravam na casa há cerca de um mês.

"A entrada não foi forçada, nem qualquer tipo de janela, porta, nada", disse o porta-voz da Guarda Civil.

"Temos a investigação sob segredo judicial, e ainda não esclarecemos as causas. Parece que foi feito por profissionais", acrescentou.

Segundo a imprensa espanhola, os corpos esquartejados foram achados em bolsas de plástico fechados com uma fita adesiva.

A Guarda Civil foi alertada no domingo por um vizinho, que informou sobre o mau cheiro que emanava da casa, situada numa zona residencial na periferia desta localidade de menos de 4.000 habitantes, onde foram decretados dois dias de luto.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos