ONU luta para arrecadar US$ 200 milhões para doentes de cólera no Haiti

Nações Unidas, Estados Unidos, 25 Out 2016 (AFP) - A ONU tem encontrado muitas dificuldades para arrecadar 200 milhões de dólares para ajudar as vítimas do cólera no Haiti, informou nesta segunda-feira um alto funcionário das Nações Unidas.

A campanha financeira foi feita depois que a ONU admitiu a responsabilidade moral de ajudar o Haiti a enfrentar uma epidemia cuja origem é atribuída aos capacetes azuis.

"Minha ambição é encontrar 200 milhões de dólares (...), um montante razoável", disse David Nabarro, conselheiro especial para o desenvolvimento sustentável e encarregado de negociar com o governo haitiano e os doadores em potencial, depois que o furacão Matthew arrasou o país e foram registrados 800 novos casos de cólera.

"Obter contribuições voluntárias é difícil", admitiu. "É altamente improvável que consigamos arrecadar 200 milhões" de dólares desta forma.

O secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, deve apresentar no fim de outubro um conjunto de medidas perante a assembleia-geral das Nações Unidas com o objetivo de socorrer o Haiti.

Segundo o último balanço, Matthew deixou pelo menos 546 mortos e desatou uma nova crise humanitária no país mais pobre das Américas. Mais de 175.500 haitianos afetados ainda vivem em abrigos provisórios, em condições extremamente precárias.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos