Bruxelas recomenda prolongar por 3 meses controles fronteiriços na UE

Estrasburgo, França, 25 Out 2016 (AFP) - A Comissão Europeia recomendou nesta terça-feira prorrogar por outros três meses os controles fronteiriços dentro do espaço Schengen de livre circulação, reintroduzidos por cinco países em 2015 em plena crise pela chegada de migrantes.

Os controles estarão autorizados "durante um período muito limitado" de três meses e serão "coordenados e proporcionados em algumas fronteiras internas", indicou o comissário europeu de migrações, Dimitris Avramopoulos.

Os países da UE devem agora adotar esta "recomendação" para prolongar para além de 12 de novembro os controles fronteiriços em Áustria, Alemanha, Dinamarca e Suécia, assim como na Noruega, que forma parte do espaço Schengen, embora não do bloco europeu.

O executivo europeu havia fixado como objetivo a retirada dos controles dentro deste espaço de livre circulação até dezembro de 2016, mas as condições "ainda não se reuniram", admitiu.

"Lamentavelmente, ainda estamos distantes do objetivo", reconheceu em um comunicado o vice-presidente da Comissão, Frans Timmermans, após uma reunião dos comissários em Estrasburgo (nordeste da França).

Enquanto isso, a Comissão seguirá abordando "todos os problemas atuais em matéria de migração e de segurança para levantar estas fronteiras o quanto antes", acrescentou Avramopoulos.

O espaço Schengen engloba 22 países da UE - salvo Reino Unido, Irlanda, Croácia, Bulgária, Romênia e Chipre-, aos quais se somam Islândia, Noruega, Suíça e Liechtenstein.

cds-tjc/mb/ma/mvv

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos