Iêmen: bombardeios da coalizão árabe matam mais de 30 rebeldes e presos

Da AFP, em Adem (Iêmen)

Pelo menos 30 rebeldes e prisioneiros morreram neste sábado (29), no oeste do Iêmen, em bombardeios da coalizão militar árabe liderada pela Arábia Saudita, segundo fontes médicas e militares.

Dois ataques aéreos destruíram um prédio das forças de segurança rebeldes em Zaidia, ao norte do porto de Hodeidah, onde fica uma prisão com mais de 40 detentos, adversários dos rebeldes huthis e de seus aliados, informou à AFP uma fonte militar ligada aos insurgentes.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos