Exército turco acusa regime sírio pela morte de três de seus soldados

Istambul, 24 Nov 2016 (AFP) - O exército turco acusou as forças do presidente sírio Bashar al Assad pela morte nesta quinta-feira de três de seus soldados em um bombardeio no norte da Síria.

"Três irmãos de armas heroicos caíram como mártires e dez ficaram feridos em um ataque aéreo que consideramos obra das forças do regime sírio", anunciou o Estado Maior em um comunicado.

A imprensa turca havia atribuído inicialmente as mortes a um ataque do grupo Estado Islâmico (EI).

Os militares foram atacados na região de Al Bab, cidade que está nas mãos do EI e que os rebeldes sírios apoiados por militares turcos tentam recuperar.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos