Detido na Alemanha funcionário da Inteligência suspeito de preparar atentado

Berlim, 29 Nov 2016 (AFP) - Um funcionário do serviço de Inteligência interior da Alemanha foi detido, suspeito de preparar um atentado islamita contra a sede da agência em Colônia, anunciaram nesta terça-feira a revista Der Spiegel e o jornal Die Welt.

Segundo estes veículos, o detido, um alemão de 51 anos, aparentemente disponibilizou na internet "informações sensíveis sobre o Gabinete de Defesa da Constituição", a cargo da Inteligência doméstica, e além disso, invadiu o serviço a fim de reunir informações para planejar um atentado com explosivos contra a sede.

"É acusado de ter expressado, com um nome falso, ideias islamitas na internet e de ter proposto informações internas na internet e de ter proposto informações internas na administração em chats", confirmou à AFP uma porta-voz do Gabinete ou para seus colaboradores".

Foi emitida uma ordem de detenção contra ele, acrescentou a fonte.

Segundo a Der Spiegel, o homem reconheceu admitiu os fatos. Em sua audiência, teria mencionado projetos de atentados cometidos "em nome de Alá", escreveu a Die Welt.

O homem, um funcionário de banco, pai de família, teria trabalhado desde abril passado para os serviços de Inteligência alemães e estaria encarregado de vigiar os meios islamitas alemães, segundo a revista.

Segundo o Gabinete, citado pela Der Spiegel, durante sua formação não foi detectado nenhum elemento suspeito.

Usando vários pseudônimos, o detido teria divulgado, em fóruns de discussão, informações a um interlocutor, informou a Der Spiegel a procuradoria de Düsseldorf (oeste), encarregada da investigação.

De acordo com a revista, o suspeito teria sido descoberto há aproximadamente um mês.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos