Hackers invadem telejornais de Israel para difundir mensagem do Islã

Jerusalém, 30 Nov 2016 (AFP) - Os dois principais telejornais israelenses do horário nobre em Israel foram pirateados na terça-feira por hackers que difundiram imagens a favor do Islã e que afirmaram que a recente onda de incêndios no país se deve a um castigo divino.

O ciberataque aconteceu horas antes que o Parlamento israelense estudasse a proposta de lei que revolta os muçulmanos. O texto debatido propõe proibir o uso de altos-falantes nas mesquitas para chamar os fiéis para a oração ao amanhecer e ao anoitecer.

Os telejornais da dos canais privados "2" e "10" foram interrompidos por 30 segundos de imagens de lugares santos muçulmanos, como a Esplanada das Mesquitas, com um fundo sonoro chamando à oração.

Inscrições em hebreu foram exibidas e diziam "Alá é grande", "Castigo de Deus" e "Fogo que abrasa os corações", aludindo à recente onda de incêndios que arrasou com extensas zonas de Israel e da Cisjordânia ocupada.

jlr/lal/jri/gm/app/cn

TWITTER

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos