Síria: 14 soldados turcos são mortos e 33 ficam feridos em ataques do EI

Istambul, 21 dez 2016 (AFP) - Ao todo, 14 soldados turcos morreram, e outros 33 ficaram feridos nesta quarta-feira (21), em confrontos com o grupo Estado Islâmico (EI) na cidade de de Al-Bab, no norte da Síria, onde os militares apoiam os rebeldes sírios contra o grupo jihadista.

Segundo o Exército, o número de baixas - o mais alto em um dia desde que as forças turcas começaram a operar na Síria, em agosto - resultou de confrontos com os jihadistas, que incluíram três atentados com carro-bomba.

Quatro soldados morreram em ataques lançados esta manhã, enquanto outros dez foram mortos à tarde, no momento em que as forças turcas entram em um etapa fundamental de apoio aos rebeldes para recuperar Al-Bab.

Ainda segundo o comunicado, 138 extremistas do EI teriam morrido nos combates. Não há confirmação de fontes independentes.

A agência de propaganda do EI - Amaq - informou um ataque suicida dos jihadistas contra rebeldes sírios e militares turcos a oeste de Al-Bab, sem precisar baixas.

Ancara lançou em agosto uma ofensiva sem precedentes no norte da Síria, visando retirar o EI e as milícias curdas da região de fronteira.

Após ajudar os rebeldes a enfrentar o EI em várias cidades, especialmente Jarablous, Al-Rai e Dabiq, Ancara se concentra agora em Al-Bab, bastião dos jihadistas situada a 25 km da fronteira.

Segundo sites jihadistas, o EI já matou 70 militares turcos nos combates em Al-Bab.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos