Embaixador grego no Brasil foi morto com cumplicidade da mulher (Polícia)

Rio de Janeiro, 30 dez 2016 (AFP) - O embaixador da Grécia no Brasil, Kyriakos Amiridis, foi assassinado com a cumplicidade de sua mulher na Baixada Fluminense - um "crime passional", planejado pela esposa e seu amante, um policial militar, que foi o executor, informou nesta sexta-feira a Polícia Civil do Rio de Janeiro.

A esposa do diplomata, Françoise de Souza Oliveira, de 40 anos, assim como seu amante, Sérgio Gomes Moreira, de 29, e um primo dele, de 24, que ajudou a tirar o corpo da casa, foram detidos pela morte do embaixador, de 59 anos, informou o delegado Evaristo Ponte em coletiva de imprensa.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos