Donos de "green card" que pediram exceção ao decreto de Trump foram atendidos

Em Washington

  • Morty Ortega/AFP

Os donos de "green dard", a permissão de residência permanente nos Estados Unidos, que pediram uma exceção ao decreto migratório do presidente Donald Trump receberam resposta positiva, afirmou uma fonte do governo.

"Todas as pessoas que solicitaram uma exceção por conta do 'green card' a receberam", disse a fonte, informando que 170 pessoas com haviam solicitado a exceção até domingo (29).

O decreto assinado na sexta-feira (27) pelo presidente republicano proíbe a entrada de refugiados nos Estados Unidos por 120 dias e o ingresso de cidadãos de sete países de maioria muçulmana - Irã, Iraque, Líbia, Somália, Sudão, Síria e Iêmen - por 90 dias.

As mensagens foram contraditórias desde sexta-feira a respeito da situação dos cidadãos dos sete países que possuem o documento de residência permanente nos Estados Unidos e que se encontram no exterior.

No sábado (28), a Casa Branca explicou que estas pessoas deveriam solicitar uma exceção caso por caso para poder retornar. No domingo, o governo informou que todas as pessoas nessa situação dispõem de uma exceção.

O secretário de Segurança Interna, John Kelly, afirmou no domingo que a admissão de pessoas com "green card" no país era de "interesse nacional" e estava prevista uma exceção no texto do decreto assinado na sexta-feira.

Essas pessoas "poderão embarcar em aviões com destino aos Estados Unidos", afirmou o Departamento de Segurança Interna.

"A entrada destes indivíduos, sob condições de comprovação de segurança, é do interesse nacional. Em consequência, antecipamos entradas rápidas para estes indivíduos."

Mas a administração não explicou se os viajantes devem pedir sempre a exceção antes de viajar, nem o procedimento foi anunciado.

Companhias aéreas e autoridades locais impediram no fim de semana que algumas pessoas embarcassem em voos para os Estados Unidos.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos