Comandante militar americano para o Oriente Médio faz visita secreta à Síria

Qamishli, Síria, 25 Fev 2017 (AFP) - O general Joseph Votel, comandante das operações militares americanas no Oriente Médio, fez uma visita à Síria na sexta-feira para uma reunião com dirigentes das Forças Democráticas Sírias (FDS), informou o porta-voz da coalizão antijihadista respaldada por Washington.

Trata-se da primeira visita secreta do líder do Comando Militar Americano no Oriente Médio (Centcom) realizada desde a chegada de Donald Trump à Casa Branca em 20 de janeiro.

Sob o nome de FDS, combatentes árabes e curdos lutam contra o grupo Estado Islâmico (EI) desde o fim de 2015 no norte da Síria com o respaldo da coalizão internacional liderada por Washington.

Em 6 de novembro, as FDS iniciaram uma grande ofensiva para tomar Raqa, principal reduto dos extremistas na Síria, mas não avançam há várias semanas.

No fim de janeiro anunciaram ter recebido pela primeira vez veículos blindados americanos, após a promessa do governo Trump de "mais apoio" contra o grupo extremista.

O general Votel "visitou zonas sob nosso controle e se reuniu com vários comandantes das FDS", afirmou o porta-voz das forças, Talal Sello, em um comunicado.

"Os resultados foram positivos. Falamos sobre o desenvolvimento da campanha 'Escudo de Eufrates' e abordamos questões militares", completou, antes de informar que os americanos prometeram fornecer "armas pesadas".

Ele descreveu a reunião como "a confirmação do respaldo americano a nossas forças". De acordo com uma fonte das FDS, a visita durou quatro horas.

del/fp

THE NEW YORK TIMES COMPANY

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos