PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Ex-premiê da Grécia é ferido em explosão em seu carro

25.mai.2017 - Peritos inspecionam o carro do ex-primeiro-ministro da Grécia Lucas Papademos, após a explosão da carta-bomba  - COSTAS BALTAS/REUTERS
25.mai.2017 - Peritos inspecionam o carro do ex-primeiro-ministro da Grécia Lucas Papademos, após a explosão da carta-bomba Imagem: COSTAS BALTAS/REUTERS

Em Atenas

25/05/2017 14h11

O ex-primeiro-ministro grego Lucas Papademos foi "seriamente" ferido nesta quinta-feira (25) na explosão de um artefato em seu carro em Atenas, informou a televisão estatal ERT.

A emissora assegurou que Papademos sofreu ferimentos no peito e pernas, mas que sua vida não está em perigo.

Dois de seus guarda-costas ficaram levemente feridos, segundo a ERT, que disse que o ex-primeiro-ministro (2011-2012) foi vítima de um ataque com carta-bomba.

Uma fonte policial afirmou que várias pessoas ficaram feridas, mas que não podia confirmar se Papademos estava no carro no momento da explosão.

O político de 69 anos, ex-governador do Banco da Grécia, estava em um carro blindado, de acordo com ERT.

Ele liderou o governo de coalizão interino que negociou em 2012, no auge da crise fiscal grega, um alívio da dívida da Grécia em mãos privadas.

Ninguém reivindicou o ataque até o momento.

Em março, o grupo anarquista grego Conspiração das Células de Fogo enviou uma carta-bomba que feriu uma secretária no escritório do Fundo Monetário Internacional (FMI) em Paris.

Pouco antes, a organização havia reivindicado o envio de um explosivo que a polícia interceptou no escritório do ministro das Finanças alemão Wolfgang Schaüble.

O grupo, que Washington considera como uma organização terrorista, enviou cartas-bomba a embaixadas estrangeiras na Grécia e para líderes europeus em 2010.

Internacional