Egito ataca extremistas e diz estar disposto a agir 'fora do país'

Cairo, 26 Mai 2017 (AFP) - O Egito atacou um campo de treinamento radical em represália pelo atentado, no qual 28 cristãos coptas morreram - anunciou o presidente Abdel Fattah al-Sissi nesta sexta-feira (26), prometendo que seu governo não vacilará em agir "fora do país".

Em pronunciamento transmitido pela televisão, "o Egito não hesitará em atacar os campos terroristas - dentro, ou fora do país".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos