Merkel faz alerta sobre o protecionismo e o isolacionismo

Berlim, 29 Jun 2017 (AFP) - A chanceler alemã Angela Merkel fez um alerta nesta quinta-feira em Berlim sobre a tendência ao "protecionismo" e ao "isolacionismo", em uma crítica velada ao presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, uma semana antes da reunião de cúpula do G20 em seu país.

"Os que acreditam que os problemas do mundo podem ser solucionados com protecionismo ou isolacionismo estão terrivelmente enganados", afirmou a chefe de Governo da Alemanha no Parlamento.

O comentário foi feito uma semana antes da reunião dos líderes do G20, grupo que reúne os principais países industrializados e emergentes, prevista para 7 e 8 de julho em Hamburgo.

A chanceler alemã, que recebe nesta quinta-feira vários governantes europeus para tentar formar uma frente unida antes do G20, disse que espera da reunião "um sinal claro a favor dos mercados abertos e contra o isolacionismo".

Ela estabeleceu como objetivo da reunião, na qual participarão Trump e o presidente russo Vladimir Putin, entre outros, que "os dirigentes (do G20) mostrem que entendem sua responsabilidade e a assumam".

"Precisamos mais do que nunca do G20 porque o multilateralismo permite resolver os problemas comuns muito mais do que o 'cada um por si'", disse Merkel.

Apesar de não ter acusado ninguém, as palavras eram claramente dirigidas ao presidente americano, que anunciou a retirada de seu país do Acordo de Paris sobre o clima e tem um discurso protecionista na área comercial.

Trump critica em particular a Alemanha e suas exportações para os Estados Unidos, que considera excessivas.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos