Boko Haram sequestra 37 mulheres e mata nove pessoas no Níger, diz governo

Em Niamey

  • Adam Ferguson/The New York Times

    26.out.2016 - Militares patrulham estrada próxima a Diffa, no Níger

    26.out.2016 - Militares patrulham estrada próxima a Diffa, no Níger

"Elementos" do grupo islamita nigeriano Boko Haram sequestraram 37 mulheres e mataram nove pessoas no domingo (2), na cidade nigerina de Ngalewa (sudeste), perto da fronteira com a Nigéria, disse o governador da região de Diffa nesta terça-feira (4).

"Os elementos do Boko Haram (...) degolaram nove pessoas (...) Levaram mulheres, 37 mulheres, e partiram com elas", disse o governador Laouali Mahamane Dan Dano.

"As Forças de Defesa e de Segurança (FDS) já começaram a busca, e esperamos que, nos próximos dias, essas mulheres sejam encontradas e libertadas", acrescentou Mahamane.

Arte UOL

O governador afirmou que "os elementos do Boko Haram chegaram a pé" para "se esgueirar melhor" através do lago Chade e do dispositivo de segurança.

Ngalewa fica a alguns quilômetros da cidade de Kabalewa, ao norte de Diffa, palco de um atentado suicida na quarta-feira (28).

De acordo com o governador, "Ngalewa sempre se opôs ao Boko Haram. Aí está porque vieram atacar esses cidadãos pacíficos".

Em conversa por telefone com a agência de notícias AFP, o prefeito da cidade, Abari El Hadj Dauda, afirmou, na segunda-feira, que o ataque aconteceu no domingo à noite "entre 22h e 23h locais (18h e 19h, no horário de Brasília)".

Segundo ele, "de 30 a 40 mulheres e crianças foram sequestradas pelos invasores". O prefeito confirmou os nove mortos.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos