Milionário russo Agalarov chama de "invenções" e-mails de Trump Jr.

Em Moscou

  • Vyacheslav Prokofyev/ Itar-Tass/ Zumapress/ Xinhua

    Imagem de 2013 mostra Emin Agalarov (esq.), Donald Trump (centro) e Aras Agalarov (dir.) durante entrevista sobre o concurso Miss Universo 2013, em Moscou

    Imagem de 2013 mostra Emin Agalarov (esq.), Donald Trump (centro) e Aras Agalarov (dir.) durante entrevista sobre o concurso Miss Universo 2013, em Moscou

O milionário russo Aras Agalarov chamou nesta quarta-feira (12) de "invenções" a afirmação de que teria informações comprometedoras sobre Hillary Clinton, como se entende dos e-mails publicados por Donald Trump Jr., filho mais velho de Donald Trump.

"São invenções. Não sei quem inventou e o que Hillary tem a ver com isto", afirmou em uma entrevista à rádio russa Business FM.

De acordo com os e-mails, Agalarov estava disposto a fazer revelações comprometedoras a Trump Jr. sobre Clinton, então rival de Donald Trump na eleição presidencial.

O milionário russo é um dos protagonistas de um novo escândalo sobre as supostas relações com a Rússia da equipe de campanha de Donald Trump.

O filho mais velho do presidente americano afirma que, em maio de 2016, recebeu e-mails de Rob Goldstone, um editor britânico, ex-jornalista de um tabloide, empresário de artistas e amigo da família.

Na mensagem, Goldstone dizia que o pai do cantor russo Emin Agalarov, que ele representava, tinha informações comprometedoras sobre Hillary Clinton.

Aras Agalarov afirmou que a informação não é correta.

"Apenas conheço (Rob Goldstone). Trabalhou como empresário de Emin durante um tempo, quando o promovia nos Estados Unidos ou algo assim", disse o milionário russo.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos