Guarda encontrado morto no complexo presidencial das Filipinas

Manila, 26 Set 2017 (AFP) - Um guarda da força de segurança de elite do presidente filipino Rodrigo Duterte foi encontrado morto dentro do complexo presidencial.

O comandante Harin Gonzaga, de 37 anos, foi encontrado por sua mulher com um tiro na altura do coração em seu quarto, dentro do complexo presidencial de Malacanang, em Manila, informou general de brigada Lope Dagoy, chefe da segurança.

Dagoy afirmou que não foram encontrados sinais de crime, mas a polícia está investigando a morte.

O incidente aconteceu em um local afastado da residência do presidente Duterte, que fica no mesmo complexo.

A mulher de vítima disse que o casal não tinha problemas, mas que o marido estava com excesso de trabalho, segundo Dagoy.

Rodrigo Duterte foi eleito no ano passado por grande maioria com a promessa de erradicar as drogas. Desde sua posse, a polícia teria matado quase 4.000 pessoas em sua guerra contra as drogas.

str-mm/sm/pc.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos