Líder curdo iraquiano pede a Bagdá que abra a porta para o diálogo

Erbil, Iraque, 26 Set 2017 (AFP) - O presidente da região autônoma do Curdistão, Massud Barzani, pediu nesta terça-feira que o primeiro-ministro iraquiano Haider al Abadi, inicie um diálogo político, um dia depois do referendo de independência celebrado na comunidade autônoma.

"Peço a Haider al Abadi e aos demais responsáveis iraquianos que não fechem a porta ao diálogo porque é com o diálogo que resolveremos os problemas", explicou em um discurso televisado.

Antes, o primeiro-ministro iraquiano Haider al Abadi deu nesta terça-feira 72 horas às autoridades do Curdistão autônomo para que entreguem a Bagdá o controle dos aeroportos e fronteiras.

"O governo decidiu proibir os voos internacionais a partir de e para o Curdistão dentro de três dias se os aeroportos não forem entregues ao governo central", afirmou à imprensa.

ac-fj/sk/srm/dv/jz/mb/cn/mvv

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos