Chanceler iraniano pede à Europa que defenda acordo nuclear

Londres, 30 Set 2017 (AFP) - O ministro iraniano das Relações Exteriores, Mohamad Javad Zarif, pediu aos países europeus que "assumam a liderança" para proteger o acordo internacional sobre o programa nuclear de Teerã.

Firmado em 2015, o acordo é amplamente questionado pelo presidente americano, Donald Trump.

"Os europeus devem tomar a liderança", lançou Zarif em entrevista ao jornal britânico "The Guardian", convidando-os a desafiar seu aliado americano.

"O que eu acho é que ele [Donald Trump] não irá até o final e deixará que o Congresso americano decida sobre a questão", acrescentou, afirmando ainda que o presidente Trump "não é de se confiar".

Trump deve comunicar ao Congresso, se acredita que Teerã está cumprindo sua parte no acordo. Caso diga que não, abre-se caminho para voltar a impor sanções à República Islâmica.

Concluído por Irã e Estados Unidos, China, Rússia, França, Reino Unido e Alemanha em 2015, o acordo deve garantir o caráter estritamente civil e pacífico do programa nuclear iraniano, em troca da suspensão progressiva das sanções decretadas contra Teerã desde 2005.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos