Topo

Publicidade causa indignação na França por incentivar a 'prostituição'

2017-10-26T19:14:00

26/10/2017 19h14

Paris, 26 Out 2017 (AFP) - Uma página de relacionamentos que convida estudantes a se relacionar com homens ricos para financiar seus estudos lançou uma campanha publicitária em universidades parisienses, causando uma onda de indignação na França.

"Ei, estudantes! Romance, paixão e nenhum financiamento estudantil. Saiam com um 'Sugar Daddy ou uma Sugar Mama'", propõe um painel gigante da página RichMeetBeautiful.fr. (Rico encontra bela, em inglês) que circula há dois dias na capital francesa.

Essa campanha gerou uma onda de críticas na França e a prefeitura de Paris apresentou uma ação perante a Justiça.

"Esta página é uma agressão às mulheres. Por trás da imagem dourada que exibem, essas jovens podem cair na prostituição", denunciou Hélène Bidard, vice-prefeita de Paris.

"Os 'sugardaddies' ajudam as 'sugarbabies', oferecendo-lhes generosos presentes ou dinheiro. Em troca, a sugarbaby deve ser agradável, bela (...) Deve ser flexível e estar disponível", explica o site.

"Ela aprenderá junto a ele... ao mesmo tempo em que ganha dinheiro para pagar seus gastos universitários e os seus empréstimos", lê-se no site.

'Sugardaddies' são homens mais velhos e bem sucedidos que sustentam namoradas mais jovens, as 'sugarbabies'.

Além da prefeitura de Paris, a Federação de Associações Gerais de Estudantes (FAGE) anunciou que apresentará uma denúncia por "proxenetismo".

"Esse anúncio publicitário busca atrair estudantes com problemas financeiros (...) e incitá-los a aceitar fazer sexo com pessoas mais velhas", declarou a FAGE.

Não é a primeira vez que esse tipo de campanha é vista na Europa. No último mês, uma similar causou indignação na Bélgica.

bur-meb/mb/bn/mvv