Turistas suíços brutalmente agredidos na Índia

Nova Délhi, 26 Out 2017 (AFP) - Um casal de turistas suíços foi brutalmente agredido a pedradas a alguns quilômetros do Taj Mahal por homens que desejavam uma fotografia com as vítimas, informaram a polícia e a imprensa.

Quando visitavam, no domingo passado, a antiga cidade de Fathepur Sikri, 40 km ao oeste de Agra e do famoso Taj Mahal, os dois turistas foram perseguidos, encurralados e agredidos por um grupo que queria uma fotografia com a mulher do casal.

Segundo o jornal Times of India, o homem sofreu uma fratura no crânio e tem um coágulo de sangue no cérebro. A mulher teve um braço quebrado. Os dois são moradores de Lausanne, de acordo com a publicação.

O casal relatou ao jornal que, quando estavam ensanguentados no chão após a agressão, as pessoas tiravam fotos com seus smartphones.

A polícia local prendeu um suspeito e informou que identificou outros.

Procurada pela AFP, a embaixada suíça não estava disponível no momento.

Em 2016, 8,8 milhões de turistas estrangeiros visitaram a Índia, um aumento de 9,7% em um ano, segundo o governo.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos