Veja o passo a passo do assassinato de John F. Kennedy

Washington, 27 Out 2017 (AFP) - Em um momento em que o governo dos Estados Unidos publica milhares de documentos secretos sobre o assassinato do presidente John F. Kennedy, 54 anos atrás, veja o que aconteceu naqueles dias de novembro de 1963.

- Três disparos -Duzentas mil pessoas assistem à passagem pelas ruas de Dallas do conversível azul levando o presidente Kennedy.

É 22 de novembro de 1963 e o presidente democrata está em campanha para as eleições presidenciais de 1964.

Sua esposa, Jackie, está ao seu lado, em sua primeira viagem oficial desde a morte do filho recém-nascido, Patrick.

O então governador do Texas, John Connally, e sua esposa estão sentados diante deles. Quando o carro diminui a velocidade, soam três disparos. São precisamente 12H30.

Atingido pelos disparos, Kennedy cai para frente e seu sangue salpica a roupa rosa Chanel da esposa.

Dois tiros ferem o presidente. Sua cabela sangra. Connally também fica ferido. "Meu Deus, vão nos matar a todos", diz.

O carro se dirige velozmente para o hospital Parkland.

Apesar dos esforços de 14 médicos e cirurgiões, Kennedy é declarado oficialmente morto às 13H00. Connally sobrevive.

Visivelmente emocionado, o telejornalista Walter Cronkite, da CBS, anuncia a notícia ao vivo.

- Detenção do assassino -Às 13H50, Lee Harvey Oswald, funcionário do edifício onde, no sexto andar, fica o depósito de livros escolares, de cuja janela partiram os tiros, é detido em um cinema, enquanto saía da área.

Ele diz ter matado a tiros um policial que quis prendê-lo mais cedo.

Os investigadores determinam que foi Oswald quem assassinou o presidente, mas suas conclusões não explicam como este ex-fuzileiro naval e desertor da União Soviética pôde ter agido sozinho.

- Oswald baleado -Em 24 de novembro, Oswald é levado pela Polícia para um veículo blindado que deve transportá-lo até o tribunal onde deve ser julgado.

Em meio à multidão de jornalistas fazendo perguntas, de repente surge um homem que atira à queima-roupa no detido.

Oswald leva a mão ao abdôme e cai, morto. Ainda não haviam passado 59 horas do assassinato de Kennedy.

O assassino de Oswald se chama Jack Rubinstein - conhecido como Jack Ruby -, é proprietário de clubes noturnos e tem vínculos com a máfia. Ele morre de câncer na prisão em 1967.

- O enterro -Quatro dias depois de seu assassinato, Kennedy é enterrado no cemitério nacional de Arlington, em Washington, em 26 de novembro de 1963.

A cerimônia fúnebre é retransmitida na íntegra, ao vivo, para dezenas de milhões de pessoas.

bur-br/wat/dg/mvv

CBS CORPORATION

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos