Washington enviará caças F-22 para a Coreia do Sul

Seul, 24 Nov 2017 (AFP) - O governo dos Estados Unidos enviará caças F-22 "Raptor" à Coreia do Sul, para manobras conjuntas com o exército sul-coreano, informou a imprensa de Seul, em uma nova demonstração de força contra Pyongyang.

Seis aeronaves, com base no arquipélago japonês de Okinawa, serão enviadas à Coreia do Sul para um exercício militar de cinco dias chamado "Vigilant Ace" que começará no dia 4 de dezembro.

Um porta-voz da Força Aérea sul-coreana se recusou a informar quantos F-22 "Raptor" participarão no exercício. A Força Aérea americana não comentou a informação.

A imprensa da Coreia do Sul afirma que os aviões americanos participarão em exercícios de bombardeios de precisão com caças do país.

O presidente americano, Donald Trump, anunciou na segunda-feira a inclusão da Coreia do Norte na lista de "Estados que apoiam o terrorismo", uma medida para aumentar a pressão contra os programas nuclear e balístico de Pyongyang.

Em outubro, Washington enviou dois bombardeiros pesados supersônicos B-1B Lancers, com base na ilha de Guam, para a região da península coreana em uma demonstração de força ante Pyongyang, no primeiro exercício noturno com aviões japoneses e sul-coreanos.

Há algumas semanas, outras manobras contaram com a presença, pela primeira vez em 10 anos, de três porta-aviões americanos, além de sete navios sul-coreanos.

A Coreia do Norte lançou em julho dois mísseis balísticos intercontinentais, que teriam a capacidade de atingir o território americano. Em setembro, o país realizou o sexto teste nuclear.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos