Donald Trump vai a Davos, após fim da crise orçamentária nos EUA

Washington, 22 Jan 2018 (AFP) - O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, vai realmente participar do Fórum Econômico Mundial em Davos esta semana, confirmou a Casa Branca nesta segunda-feira (22), após acordo alcançado no Senado para por um fim à paralisação parcial da administração federal.

Sua participação no evento era incerta desde que entrou em vigor o chamado "shutdown" (fechamento) do governo, na meia-noite de sábado, que manteve o presidente em Washington, em meio às negociações políticas entre republicanos e democratas.

Trump aproveitará sua viagem para se reunir com vários dirigentes, entre eles a primeira-ministra britânica, Theresa May. Este encontro poderá servir para acalmar as tensões após uma longa série de contratempos entre Washington e Londres desde que chegou ao poder, há um ano.

O presidente americano cancelou neste mês uma visita que tinha previsto para Londres, depois de uma polêmica causada pela venda da tradicional embaixada dos Estados Unidos na capital britânica e a construção de uma nova sede.

O fórum econômico será celebrado entre 23 e 26 de janeiro na estação de esqui suíça de Davos e reunirá 3.000 participantes, entre eles 70 chefes de Estado e de governo e 38 representantes de grandes organizações internacionais.

O último presidente americano a participar do Fórum de Davos foi o democrata Bill Clinton no ano 2000.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Para começar e terminar o dia bem informado.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos