Coreia do Norte é "desafio" de nosso tempo, diz Kissinger

Washington, 25 Jan 2018 (AFP) - A Coreia do Norte é a principal ameaça imediata à segurança global, disse o ex-secretário de Estado, Henry Kissinger, a uma comissão do Senado dos Estados Unidos nesta quinta-feira. Ele enfatizou que a desnuclearização de Pyongyang deve ser "fundamental" na política exterior do país.

"O desafio mais imediato para a segurança internacional está na evolução do programa nuclear da Coreia do Norte", disse Kissinger ao Comitê de Serviços Armados do Senado, descrevendo a situação atual como algo "sem precedentes".

Kissinger, que aos 94 anos continua dando assessoria em temas de política internacional, também considerou como ameaças globais a proliferação nuclear, o autoritarismo da China e a interferência da Rússia nas eleições dos Estados Unidos e no leste da Europa.

Kissinger também apontou o Irã como um dos desafios-chave. Para ele, a oposição à "expansão hegemônica" da república islâmica e à busca por armas nucleares deveriam se manter como prioridades de alto nível para Washington.

"A desnuclearização da Coreia do Norte deve ser uma meta fundamental (...) e não for alcançada, devemos nos preparar para a proliferação de armas nucleares em outros países", acrescentou.

Para Kissinger, não se deve forçar um confronto militar, mas apoiou pressionar Pyongyang.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Para começar e terminar o dia bem informado.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos