Migrante malinês que salvou garoto em Paris será nacionalizado francês

Paris, 28 Mai 2018 (AFP) - Mamoudou Gassama, de 22 anos, um jovem malinês em situação ilegal que, no sábado, escalou em poucos segundos quatro andares de um prédio em Paris para salvar um menino de 4 anos, será nacionalizado francês - anunciou o presidente da França, Emmanuel Macron, nesta segunda-feira (28).

"Todos os papéis vão ser regularizados", disse Macron durante uma conversa com o jovem malinês, divulgada em sua página no Facebook.

O presidente também lhe propôs iniciar os trâmites para obter a nacionalidade francesa, o que Gassama aceitou.

O jovem malinês foi aclamado como um "herói" na França depois que um vídeo, visto por milhões de pessoas nas redes sociais, mostrou-o escalando sem pensar quatro andares de um prédio, após ver uma criança em perigo, pendurada no vazio.

O fato aconteceu às 20h locais de sábado (15h em Brasília) no norte de Paris.

O vídeo mostra Gassama escalando uma fachada, a qual ele consegue subir habilmente de varanda em varanda, enquanto um homem tentava sustentar a criança de uma sacada vizinha.

Os bombeiros chegaram ao local e descobriram que o pequeno já havia sido resgatado.

A impactante cena foi filmada pelos transeuntes que se aglomeraram na rua para acompanhar os acontecimentos. O vídeo viralizou rapidamente nas redes sociais e, na noite de domingo, já tinha quatro milhões de acessos.

Segundo os primeiros elementos da investigação, o garoto estava sozinho na varanda, na ausência dos pais, que não estavam em casa.

Depois do ocorrido, o pai do garoto foi posto em prisão preventiva e está sendo investigado por "não cumprir suas obrigações parentais", segundo uma fonte judicial.

O menino foi levado para um centro social, já que a mãe não está em Paris.

leb-mat/vm/jk/jhd/me/acc/tt

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos