PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Pescadores acusam polícia dos EUA de invadir águas canadenses

04/07/2018 18h52

Ottawa, 4 Jul 2018 (AFP) - Pescadores canadenses acusaram a polícia de fronteira dos EUA de abordá-los nas águas do Canadá a procura de "imigrantes ilegais", o que o governo em Ottawa trata de esclarecer.

O presidente da associação de pescadores da ilha de Grand Manan, Laurence Cook, denunciou no Facebook que uma patrulha marítima da "polícia de fronteiras tentou deter" um pesqueiro canadense que operava no golfo do Maine, situado entre o estado americano de mesmo nome e as províncias canadenses de New Brunswick e Nova Escócia.

O incidente ocorreu no dia 24 de junho, 20 km ao sul de Grand Manan, diante de Machias Seal, ilha canadense rica em pesca de lagosta e cuja soberania é questionada por Washington.

Segundo Cook, os agentes americanos "buscavam imigrantes ilegais", mas "estavam em águas soberanas (canadenses) e sabiam".

O ministério das Relações Exteriores do Canadá informou nesta quarta-feira à AFP que abriu uma investigação sobre o caso.

"A soberania do Canadá sobre a Machias Seal e as águas que a cercam é antiga e tem fortes fundamentos no direito internacional", destacou John Babcock, porta-voz da diplomacia canadense.

Segundo o funcionário, Ottawa está tratando de contactar a agências dos Estados Unidos envolvidas neste incidente.

Internacional