PUBLICIDADE
Topo

Agentes do Sebin invadem escritório de Guaidó em Caracas

21/01/2020 21h21

Caracas, 22 Jan 2020 (AFP) - Agentes do serviço de inteligência da Venezuela (Sebin) invadiram nesta terça-feira o escritório em Caracas do líder opositor Juan Guaidó, que está em viagem no exterior, denunciou a deputada Delsa Solórzano.

"Acabam de nos confirmar que funcionários do Sebin estão dentro do escritório do presidente Guaidó", disse Solórzano à imprensa após conversar com seguranças do prédio Zurique, onde o líder do parlamento tem um gabinete.

A partir da tarde, agentes do Sebin encapuzados e armados cercaram o prédio Zurique.

"Qualquer procedimento que eles façam é sem autorização (...), sem testemunhas, e não apresentaram ordem judicial para a batida", comentou Solórzano.

Dois agentes mascarados permaneciam diante da porta de vidro do escritório, segundo um vídeo publicado pelo deputado opositor Ángel Torres.

Vários congressistas foram ao local, mas foram impedidos de entrar no escritório.

Mais cedo nesta terça, Guaidó denunciou a prisão do deputado venezuelano Ismael León por agentes do Estado em Caracas, quando se dirigia para uma sessão parlamentar.

"Levaram sequestrado o deputado Ismael León", afirmou Guaidó em Londres, em declarações reproduzidas pela imprensa na Venezuela.

O caso de León, membro do partido Vontade Popular de Guaidó, se soma aos dos deputados Juan Requesens e Gilber Caro, presos sob a acusação de conspirar para derrubar Maduro.

Guaidó - chefe do Parlamento controlado pela oposição e reconhecido por mais de 50 países como presidente interino - avaliou que o governo socialista de Nicolás Maduro, que qualifica de "ditadura", "já não tem qualquer tipo de máscara".

erc/axm/lr

Notícias