PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Conteúdo publicado há
1 mês

Regulador europeu começa a avaliar vacina russa Sputnik V contra covid-19

As autoridades russas se disseram prontas para fornecer vacinas para 50 milhões de europeus a partir de junho - Adriana Toffetti/A7 Press/Estadão Conteúdo
As autoridades russas se disseram prontas para fornecer vacinas para 50 milhões de europeus a partir de junho Imagem: Adriana Toffetti/A7 Press/Estadão Conteúdo

Em Haia

04/03/2021 06h43

A Agência Europeia de Medicamentos (EMA) anunciou hoje que começou a examinar a vacina russa Sputnik V contra o coronavírus, etapa crucial para sua homologação na União Europeia (UE).

"A EMA inicia um estudo contínuo da Sputnik V, uma vacina contra a covid-19 desenvolvida pelo centro nacional russo Gamaleya de epidemiologia e microbiologia", informou a agência em um comunicado.

Nesta quinta, as autoridades russas se disseram prontas para fornecer vacinas para 50 milhões de europeus a partir de junho, coincidindo com o anúncio da EMA.

"Após a aprovação por parte da EMA, estaríamos capacitados para fornecer vacinas para 50 milhões de europeus a partir de junho de 2021", disse em um comunicado Kirill Dmitriyev, diretor do fundo soberano russo, que contribuiu para o desenvolvimento da vacina Sputnik V contra o coronavírus.

Internacional