PUBLICIDADE
Topo

Conteúdo publicado há
7 meses

Governador do Texas busca ganhar pontos com a direita dos EUA

01/11/2021 10h18

Houston, Estados Unidos, 1 Nov 2021 (AFP) - Com uma série de iniciativas conservadoras, entre elas a lei do aborto mais restritiva dos Estados Unidos, o governador do Texas, Greg Abbott, busca atrair a extrema direita do país, em um momento em que uma eventual candidatura presidencial do republicano Donald Trump ainda é incerta.

A lei do Texas que proíbe a interrupção da gravidez depois das seis semanas está sendo examinada pela Suprema Corte dos Estados Unidos, que planeja ouvir as alegações nesta segunda-feira. Alguns observadores temem que o tribunal, de tendência conservadora, anule os direitos ao aborto que foram conquistados há muito tempo.

A lei do aborto do Texas é apenas a mais recente provocação política do governador Abbott, um católico que completará 64 anos em novembro.

Em apenas alguns meses, criou uma série de leis cujo único denominador comum parece ser seduzir a extrema direita.

Uma delas obriga os estudantes transexuais a jogarem apenas em equipes esportivas cujos integrantes tenham o mesmo gênero que eles tiveram no nascimento.

No entanto, os 29 milhões de habitantes do Texas - 40% deles latinos - estão longe de serem um bloco solidamente republicano.

Trump ganhou o estado nas eleições de 2016 e 2020 por somente 52% dos votos. As eleições para o Senado costumam ser acirradas e os prefeitos democratas governam várias cidades grandes, entre elas a capital Austin e a maior cidade do estado, Houston.

Sendo assim, alguns observadores veem a tendência conservadora de Abbott como um claro sinal de suas ambições, além das fronteiras de seu grande estado do sul.

"Considerando as ações que o vi tomar, não me surpreenderia se buscasse a candidatura presidencial" nas eleições primárias republicanas de 2024, disse o professor de ciências políticas no campus de Corpus Christi da Universidade do Texas A&M, Juan Carlos Huerta.

Por enquanto, o ex-presidente Trump (2017-2021) seria o "favorito" para esse posto, disse Huerta. "Mas a política muda".

No Texas, assim como em todo o país, o Partido Republicano se inclina claramente para a direita, ainda sob a influência e o controle do último presidente. Assim, os republicanos com ambições políticas devem mostrar uma boa fé conservadora.

O Texas de Abbott é um bom exemplo.

As leis aprovadas desde 1º de setembro permitem que qualquer pessoa de 21 anos ou mais porte uma pistola sem licença ou treinamento especial; permitem ao estado punir qualquer cidade que reduza seu orçamento policial; exigem que as equipes esportivas que recebem financiamento do estado toquem o hino nacional antes de suas partidas; criminalizam os acampamentos de pessoas sem teto, entre outras medidas.

str/hr/dax/bbk/dw/yo/lm/aa

ABBOTT LABORATORIES