PUBLICIDADE
Topo

Conteúdo publicado há
3 meses

Conflito na Ucrânia pode durar 'vários anos', diz chanceler britânica

27/02/2022 07h30

Londres, 27 Fev 2022 (AFP) - O conflito entre Rússia e Ucrânia pode durar "vários anos", e o mundo deve estar preparado para que Moscou "busque usar armas ainda piores" - advertiu a ministra britânica das Relações Exteriores, Liz Truss, neste domingo (27).

"Temo que isso vá ser longo, que possa durar vários anos. A Rússia tem forças fortes, e sabemos que os ucranianos são corajosos, estão determinados a defender sua soberania e integridade territorial e estão determinados a lutar", disse Truss à rede Sky News.

A ministra afirmou ainda que os serviços de Inteligência observaram que as forças ucranianas "continuam resistindo aos avanços russos" e que não houve "mudanças significativas" desde ontem.

Ela alertou, contudo, que Putin pode usar armas mais letais.

"Isso pode muito bem ser o começo do fim para Putin e temo que ele esteja determinado a usar os meios mais desagradáveis nesta guerra", disse ele.

"Temo que este conflito possa ser muito, muito sangrento. Temos que estar preparados para que a Rússia tente usar armas ainda piores", acrescentou.

No entanto, Putin "deve estar consciente de que o Tribunal Penal Internacional já está examinando o que está acontecendo na Ucrânia e que haverá graves consequências para ele pessoalmente", acrescentou, na entrevista à Sky News.

Quanto à proposta russa de negociar, Liz Truss disse que Moscou deve, primeiro, retirar suas tropas da Ucrânia como condição prévia.

"Não podem negociar com uma arma na cabeça dos ucranianos. Têm que retirar suas tropas", insistiu.

mpa/an-sag/me/tt