Finlândia anuncia fechamento da última passagem fronteiriça com a Rússia

O primeiro-ministro da Finlândia anunciou, nesta terça-feira (28), o fechamento da última passagem fronteiriça com a Rússia que permanecia aberta, após a chegada de uma onda de migrantes provocada, segundo ele, por Moscou. 

"O governo decidiu hoje fechar todas as passagens de fronteira na fronteira oriental", informou o primeiro-ministro finlandês, Petteri Orpo, em coletiva de imprensa.

A ministra do Interior, Mari Rantanen, indicou que o fechamento entrará em vigor na noite de quarta-feira e durará até 13 de dezembro. 

A Finlândia registrou um aumento da chegada de solicitantes de asilo sem documentos que cruzaram a sua extensa fronteira com a Rússia de mais de 1.300 quilômetros.

Desde agosto, o país nórdico registrou quase 1.000 solicitantes de asilo na fronteira com o território russo. 

Em resposta, Helsinque fechou todas as suas passagens fronteiriças com este país nas últimas duas semanas, exceto a mais ao norte, o posto de Raja-Jooseppi, no Ártico. 

"A Finlândia é alvo de uma operação híbrida russa. Esta é uma questão de segurança nacional", afirmou a ministra do Interior. 

Na semana passada, o primeiro-ministro finlandês acusou a Rússia de organizar uma "ação sistemática e organizada". 

As relações entre Rússia e Finlândia se deterioraram depois que Moscou lançou uma invasão na Ucrânia em fevereiro de 2022. 

Continua após a publicidade

A Finlândia aderiu à Otan, uma aliança militar liderada pelos EUA, em abril de 2023, pondo fim a uma política de neutralidade de décadas. Moscou criticou a decisão e prometeu agir em resposta.

ehu/jll/imm/an/jvb/aa/yr

© Agence France-Presse

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes