Somali vinculado ao Al Shabab é detido na Costa Rica

As autoridades da Costa Rica reportaram nesta quinta-feira (7) a captura, no sul do país, de um somali vinculado à organização islamista radical Al Shabab, presente em diferentes países do Chifre da África.

O Ministério da Segurança Pública identificou o somali como Ali Abdinuur Ahmed e detalhou que ele foi detido em 30 de novembro.

Segundo as autoridades, Abdinuur estava na área de acesso do Centro de Atendimento Temporário para Pessoas Migrantes (CATEM) na região sul da Costa Rica, a cerca de 10 km da fronteira com o Panamá.

A esse lugar chegam todos os dias ônibus lotados de migrantes, a grande maioria venezuelanos, que vêm do Panamá após atravessarem o Estreito de Darién, na fronteira desse país com a Colômbia, em sua rota para os Estados Unidos.

Ao ser requisitado pelas autoridades migratórias do centro, descobriu-se que ele tinha um alerta internacional de procurado pelo FBI, a polícia federal dos Estados Unidos, explicou em um vídeo enviado à imprensa o ministro da Segurança da Costa Rica, Mario Zamora.

"Esta pessoa é procurada internacionalmente por sua eventual participação em grupos terroristas", disse Zamora.

Abdinuur foi transferido para San José e "será submetido a um processo de deportação" pois se encontra de maneira irregular na Costa Rica, acrescentou o ministro.

O Al Shabab trava uma rebelião violenta contra o governo de Somália há mais de 15 anos. É responsável por atentados regulares contra as forças de segurança, políticos e civis.

A organização islamista foi expulsa das principais cidades da Somália entre 2011 e 2012, mas mantém sua presença em amplas áreas rurais, principalmente no centro e no sul do país, assim como em outras nações vizinhas do Chifre da África.

Continua após a publicidade

apg/mis/ag/rpr/ic

© Agence France-Presse

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes