Conteúdo publicado há 1 mês

Trem de carga anda 70 km sem maquinista na Índia

A empresa que administra as ferrovias da Índia anunciou nesta segunda-feira (26) que abriu uma investigação depois que um trem de carga percorreu um trecho de 70 quilômetros sem maquinista.

"Nós ordenamos um inquérito", declarou Deepak Kumar, porta-voz da Northern Railways, um dia após o incidente, que não provocou vítimas.

No domingo, quase 50 vagões, carregados com cascalho, viajaram sem maquinista a 100 km/h entre o estado de Jammu e Caxemira (norte) e Punjab, também no norte do país. O trem foi parado por blocos de madeira colocados nos trilhos.

O incidente começou na estação de Jammu, onde o trem estava estacionado para a mudança da equipe, segundo a imprensa local.

Após a saída do maquinista e de sua equipe, o trem começou a descer a encosta. Todas as passagens de nível foram fechadas para evitar acidentes.

A Índia, que tem uma das maiores redes ferroviárias do mundo, registra acidentes com frequência. O mais grave aconteceu em 6 de junho de 1981, no estado de Bihar (leste), quando sete vagões de um trem que atravessava uma ponte caíram no rio Bagmati. A tragédia deixou entre 800 e 1.000 mortos.

Deixe seu comentário

Só para assinantes