Conteúdo publicado há 1 mês

Sobreviventes israelenses do Holocausto vão receber indenização da Alemanha

A Alemanha anunciou nesta quinta-feira (11) que destinará US$ 27 milhões (136 milhões de reais) aos sobreviventes do Holocausto em Israel para ajudá-los a lidar com o impacto do ataque do Hamas e da guerra de Gaza.

Cada um dos 113.000 sobreviventes judeus em Israel receberá um pagamento único de 220 euros (cerca de R$ 1.215), de acordo com a Claims Conference, uma organização que reivindica indenizações para os sobreviventes do Holocausto e que trabalhou com a Alemanha no plano.

"Muitos sobreviventes do Holocausto foram particularmente afetados pelos ataques do Hamas", disse uma porta-voz do Ministério das Finanças alemão, apontando para a perda de casas ou sistemas de apoio na forma de assistência.

O pagamento de fundos adicionais tem o objetivo de ajudá-los "nessa terrível situação de guerra", disse ela, acrescentando que seus problemas foram exacerbados pelo crescente antissemitismo.

Gideon Taylor, presidente da Conferência de Reivindicações, elogiou o pagamento como uma "mensagem de solidariedade" da Alemanha para os sobreviventes do Holocausto de Israel.

Os pagamentos estão sendo distribuídos em Israel em cooperação com a Conferência de Reivindicações e a Autoridade de Direitos dos Sobreviventes do Holocausto do governo israelense, informou o Ministério.

A Alemanha é uma firme defensora de Israel e de sua resposta aos ataques do Hamas e ao conflito que se seguiu, motivada por seu próprio passado sombrio e pelo massacre de seis milhões de judeus pelos nazistas durante o Holocausto.

A guerra na Faixa de Gaza eclodiu depois que o grupo islamista palestino Hamas lançou um ataque contra Israel em 7 de outubro que deixou 1.170 mortos, a maioria civis, de acordo com dados israelenses.

A ofensiva retaliatória de Israel causou pelo menos 33.545 mortes em Gaza, a maioria mulheres e crianças, de acordo com o ministério da saúde do território governado pelo Hamas.

Deixe seu comentário

Só para assinantes